24 de julho
John Soreth nasceu perto de Caen na Normandia em 1394 e entrou no mosteiro carmelita desta cidade. Ordenado sacerdote por volta de 1417, tornou-se doutor em teologia em Paris em 1438 e depois regente de estudos. Foi provincial da Província francesa de 1440-1451 e prior geral da Ordem de 1451 até sua morte.

Ele foi incansável em seus esforços de renovação, durante o que foi um período especialmente crítico para a Igreja e a Ordem. Dedicou-se inteiramente à reforma da Ordem, viajando por toda a Europa, fazendo visitas canônicas e promovendo uma observância mais fiel da vida religiosa, tanto nas antigas Províncias e conventos como na Congregação Reformada de Mantuan. Escreveu um comentário sobre a Regra, sua Expositio paranetica e publicou novas Constituições revisadas em 1462. Entre suas outras atividades estava o encorajamento e o estabelecimento das freiras carmelitas, especialmente depois da bula papal “Cum Nulla” de Nicolau V, publicada em 1452. Em particular, ele apoiou as fundações no norte da Europa feitas pela Bem-aventurada Francisca d’Amboise, a quem ele mesmo vestiu o hábito carmelita. Além disso – como resultado da mesma bula papal – ele foi fundamental no desenvolvimento da Ordem Terceira Carmelita.

Ele morreu em Angers em 25 de julho de 1471 e o carmelita, Baptist Spagnoli, o famoso humanista, escreveu uma elegia para ele. Ele é chamado de beato e seu culto foi oficialmente reconhecido pelo Papa Pio IX em 1866. Sua festa é celebrada em 24 de julho.

Fonte: ocarm.org


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui