Jesus recebeu muitos nomes e títulos, tanto da parte dos amigos como dos inimigos. Cada um colocava no nome aquilo que enxergava em Jesus. Os inimigos o chamavam de “louco” (Mc 3,21; Jo 8,52), “samaritano” (Jo 8,48), “comilão e beberrão” (Mt 11,19; Lc 7,34), “não vem de Deus” (Jo 9,16), “engana o povo” (7,12), “possesso” (Mc 3,22), “pecador” (Jo 9,24) e outros nomes feios. É que Jesus os incomodava, e eles, para se vingar, procuravam desacreditá-lo junto do povo.

Os amigos, ao contrário, encontraram e criaram dezenas de nomes, uns mais bonitos que os outros, para expressar o que Jesus significava para eles. Até hoje é assim. Uma pessoa querida e amada recebe muitos nomes e apelidos da parte dos seus amigos e parentes. Cada nome revela uma qualidade que a pessoa amada irradia para os outros. O mesmo vale para Jesus.

Ao longo das páginas dos quatro evangelhos e dos outros escritos do Novo Testamento, você encontra muitos nomes de Jesus. Alguns destes nomes vem do próprio Jesus. A maior parte vem das pessoas que o conheceram e conviveram com ele. Alguns nomes aparecem apenas uma única vez na Bíblia; outros, inúmeras vezes. Mas todos eles revelam, até hoje, algo do que Jesus significava e continua significando para o povo daquele tempo e para todos nós.

Uma lista de nomes de Jesus

Seguem aqui uma lista de nomes que Jesus recebe nos escritos do Novo Testamento. Para cada nome indicamos apenas uma das muitas referências na Bíblia. Buscando e pesquisando, você vai poder completar a lista.

A lista é longa. Leia devagar, um nome depois do outro. Deixa cada nome entrar em você. Cada nome é fruto de uma experiência vivida. É como uma lembrança que suscita saudades; como uma janela que revela um panorama.

Para poder perceber melhor a importância de tantos nomes, fizemos com os nomes de Jesus o mesmo que a gente faz com as fotografias da família quando as coloca num álbum. As fotos, a gente as organiza de acordo com a sequência da idade da pessoa: criança, jovem, adulto, idoso. Organizamos os nomes em torno de alguns temas: nomes, adjetivos, funções, elementos, Antigo Testamento, Reflexão Teológica.

Nomes

1. Jesus (Mt 1,21)

2. Nazareno (Mt 2,23)

3. Filho (Mc 13,32)

4. Filho de Maria (Mc 6,3)

5. Filho de José (Jo 6,42)

6. Filho do Carpinteiro (Mt 13,55)

7. Filho único (Jo 1,14)

8. Filho do Homem (Mc 8,31)

9. Filho de Davi (Lc 18,38)

10. Filho de Deus (Mc 15,39)

11. Filho do Deus bendito (Mc 14,61)

12. Filho do Deus altíssimo (Mc 5,7)

13. Filho amado (Mc 1,11; 9,7)

14. Homem (Jo 19,5)

15. Galileu (Jo 7,52)

16. Judeu (Jo 4,9)

17. Samaritano (Jo 8,48)

18. Emanuel, Deus conosco (Mt 1,23)

Adjetivos

19. Amigo (Jo 15,15)

20. Justo (At 3,14)

21. Fiel (Ap 19,11)

22. Verdadeiro (Ap 19,11)

23. Santo (Lc 1,35; At 3,14)

24. Bom (Mt 10,17)

25. Obediente (Lc 2,51)

26. Crucificado (Mt 28,5)

Funções

27. Carpinteiro (Mc 6,3)

28. Pedagogo (Gl 3,24)

29. Servo (At 3,26; 4,30)

30. Mestre (Jo 20,16; 9,2)

31. Rabboni (Mc 10,51)

32. Testemunha (Mártir)(Ap 1,5)

33. Pastor (Jo 10,11)

34. Messias (At 2,36)

35. Bispo(supervisor) (1 Pd 2,25)

36. Sacerdote (Hb 2,17)

37. Mediador (Hb 12,24)

38. Rei (Jo 18,37)

39. Profeta (Jo 6,14)

40. Senhor (At 2,36; Lc 1,43)

41. Salvador (At 13,23)

42. Juiz (At 10,42)

43. Noivo (Mt 9,14-15)

Elementos

44. Porta (Jo 10,7)

45. Veste (Rm 13,14; Gl 3,27)

46. Videira (Jo 15,5)

47. Pão (Jo 6,35)

48. Luz (Jo 8,12)

49. Caminho (Jo 14,6)

50. Verdade (Jo 14,6)

51. Vida (Jo 14,6)

52. Páscoa (1Cor 5,7)

53. Rocha 1Cor 10,4)

54. Fundamento (1Cor 3,11)

55. Cabeça da Igreja (Cl 1,18)

56. Templo (Jo 2,21)

57. Pedra Angular (Ef 2,20)

58. Princípio e fim (Ap 22,13)

59. Primeiro e último (Ap 22,13)

60. Alfa e Ômega (Ap 22,13)

Do Antigo Testamento ou da reflexão teológica

61. Maior que o Templo (Mt12,6)

62. Mais que Salomão (Lc 11,31)

63. Mais que Jonas (Lc 11,32)

64. Raiz de Davi (Ap 5,5)

65. Leão da tribo de Judá (Ap 5,5)

66. Serpente de bronze (Jo 3,14)

67. Último Adão (1Cor 15,45)

68. Segundo homem (1Cor 15,47)

69. Homem celeste (1Cor 15,48)

70. Primogênito dos mortos (Ap 1,5)

71. Primogênito da criação (Cl 1,15)

72. Rei de Israel (Mc 15,32)

73. Rei dos judeus (Mc15,2.9.18.26; Mt 2,1-2)

74. Rei dos Reis (1Tm 6,15)

75. Senhor dos Senhores (1Tm 6,15)

76. Autor da vida (At 3,15)

77. Autor e realizador da fé (Hb 12,2)

78. Cordeiro de Deus (Jo 1,29

79. Sabedoria de Deus (1Cor 1,24)

80. Palavra de Deus (Ap 19,13)

81. Justiça de Deus (1Cor 1,30)

82. Poder de Deus (1Cor 1,24)

83. Eleito de Deus (Jo 1,34)

84. Santo de Deus (Jo 6,69)

85. Igual a Deus (Jo 5,18)

86. Imagem do Deus invisível (Cl 1,15)

87. Esplendor da Glória do Pai (Hb 1,3)

88. Figura da sua substância (Hb 1,3)

89. Ressurreição (Jo 11,25)

90. Santificação (1Cor 1,30)

91. Redenção (1Cor 1,30)

92. Propiciação (1Jo 2,2)

93. Eu sou (Jo8,28.58)

94. O Sim (de Deus) (2Cor 1,19)

95. Eu e o Pai somos um (Jo 10,30)

Reflexões e Conclusões a respeito dos Nomes de Jesus

1. A importância dos nomes para a vida da fé e para a teologia

Hoje em dia, nos nossos encontros, os participantes carregam um crachá com o nome. Você chega e procura a pessoa pelo nome escrito no crachá. Na hora em que a encontra, você não olha mais o crachá, mas olha o rosto. E o nome que, antes era só um nome, agora se tornou a janela de um rosto. O nome, quando se ouve pela primeira vez, é apenas um nome. Na medida em que você convive com a pessoa, o nome se torna o resumo da pessoa. Quanto maior a convivência amiga, maior será para você o significado e a densidade do nome. Assim aconteceu com o nome de Jesus.

O Novo Testamento traz muitos nomes, muitos títulos, muitas apreciações sobre Jesus. A teologia nasceu a partir da reflexão sobre o significado de todos estes nomes que Jesus recebeu das pessoas que o conheceram de perto ou que experimentaram a sua presença amiga. Os nomes mais frequentes são Jesus, Cristo e Filho do Homem.

O nome Jesus ocorre 1892 vezes no NT: 1500 vezes nos quatro evangelhos e 392 vezes nos outros escritos do NT. O nome Cristo ocorre 484 vezes no NT, dos quais apenas 6 vezes nos quatro evangelhos. O nome Filho do Homem ocorre 84 vezes no NT, das quais 83 nos quatro evangelhos e uma única vez nos outros escritos do NT (At 7,59). Como entender esta diferença do uso dos nomes?

O nome Cristo é uma palavra grega que significa ungido. Em hebraico se dizia Messias. Inicialmente, este nome indicava a missão de Jesus como Messias. Pouco a pouco, o nome da missão acabou sendo nome próprio. Agora para nós, tanto faz chamá-lo de Jesus ou de Cristo.

2. Um recado do evangelho de Marcos sobre o nome Filho de Deus

O Evangelho de Marcos começa com esta frase: “Início da Boa Nova de Jesus Cristo, Filho de Deus” (Mc 1,1). Bem no começo, aparece o nome Filho de Deus. No fim do mesmo evangelho, na hora da morte de Jesus, ouvimos a solene profissão de fé de um pagão: “Verdadeiramente, este homem era Filho de Deus! ” (Mc 15,39). No começo e no fim, Jesus é chamado Filho de Deus.

Ao ouvir, logo no começo, o título Filho de Deus (Mc 1,1), instintivamente, olhamos para o alto, para o céu, onde mora Deus. Mas durante a leitura, durante a longa caminhada, desde a beleza do lago na Galileia até à tristeza do Calvário em Jerusalém, a gente vai baixando a cabeça para olhar o chão da vida. E no fim, lá no Calvário, na hora da morte de Jesus, estamos diante de um ser humano que foi crucificado, excluído da sociedade, condenado como herético e subversivo pelo tribunal civil, militar e religioso. As autoridades religiosas confirmam, pela última vez, que se trata de um rebelde fracassado, e o renegam publicamente (Mc 15,31-32). Pendurado na cruz, privado de tudo, Jesus grita “Eli, Eli! ”, isto é, “Meu Deus! Meu Deus! ”. O soldado pensava: “Ele está chamando por Elias! ” (Mc 15,35). Os soldados eram estrangeiros. Não entendiam a língua dos judeus. O homem pensava que Eli fosse o mesmo que Elias.

Pendurado na cruz, isolado e incomunicável, privado de qualquer tipo de comunicação humana, Jesus se sente abandonado até pelo Pai: “Meu Deus! Meu Deus! Por que me abandonaste? ” (Mc 15,34). E soltando um grito, ele morre! “Neste momento, o véu do santuário se rasgou de alto a baixo, em duas partes. O oficial do exército, que estava bem na frente da cruz, vendo como Jesus havia expirado, disse: “Verdadeiramente, esse homem era mesmo Filho de Deus!” (Mc 15,38-39)

O recado do evangelho de Marcos é este: Se você quiser encontrar, verdadeiramente, o Filho de Deus, não o procure no alto, num céu distante fora da vida, mas procure-o ao seu lado, no ser humano excluído, torturado, desfigurado, crucificado, sem beleza. Procure-o naquele que doa sua vida pelos irmãos. É lá que a divindade se esconde e se revela. É lá que ela pode ser encontrada. É lá que está a imagem desfigurada de Deus, do Filho de Deus, dos filhos de Deus. “Prova de amor maior não há que doar a vida pelo irmão! ”

3. Jesus, o Filho de Deus:  o nome que resume tudo e que tudo ilumina

O título Filho de Deus é o resumo de todos os títulos, de todos os adjetivos, funções e qualidades. Tudo está incluído neste nome: Filho de Deus! Ele é o Filho do Deus Altíssimo! Filho amado, amigo, justo, fiel e verdadeiro, nosso Salvador, Rei e Profeta; Sacerdote, Juiz e Senhor. Ele nos diz: “Toda a autoridade me foi dada no céu e sobre a terra. Portanto, vão e façam com que todos os povos se tornem meus discípulos, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo, e ensinando-os a observar tudo o que ordenei a vocês. Eis que eu estarei com vocês todos os dias, até o fim dos séculos” (Mt28,18-20)” Jesus disse: “Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida. Ninguém vai ao Pai senão por mim. Se vocês me conhecem, conhecerão também o meu Pai. Desde agora vocês o conhecem e já o viram.” Filipe disse a Jesus: “Senhor, mostra-nos o Pai e isso basta para nós. Jesus respondeu: “Faz tanto tempo que estou no meio de vocês, e você ainda não me conhece, Filipe? Quem me viu, viu o Pai. Como é que você diz: ‘Mostra-nos o Pai’?  Você não acredita que eu estou no Pai, e que o Pai está em mim? As palavras que digo a vocês, não as digo por mim mesmo, mas o Pai que permanece em mim, ele é que realiza suas obras” (Jo 14,6-10)


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui